Nível Médio - Cargo: Assistente Técnico de Saúde - Técnico em Enfermagem - Orgão: Prefeitura de Teresina/PI - Fundação Municipal de Saúde - FMS - Banca: NUCEPE/UESPI - Ano: 2017
QEF nº3071 - Disciplina: Saúde Pública - Saúde da Família

Número de casos e mortes por febre maculosa em 2017 já se iguala a todo o ano passado [2016], em Piracicaba.

O número de casos e morte por febre maculosa nos 06 primeiros meses de 2017 em Piracicaba (SP) já se iguala às ocorrências da doença na cidade em todo ano passado [2016].

Segundo dados da Prefeitura, foram 04 casos de janeiro a junho, com 02 mortes, neste ano [2017]. Na época de estiagem, a tendência é que os casos de febre sejam mais frequentes. Dois dos doentes contraíram a bactéria (Rickettsia rickettsii) após serem picados por carrapatos no bairro Santa Rita neste ano [2017] na cidade de Piracicaba (SP).

A primeira vítima de febre maculosa, em 2017, foi uma idosa. O segundo caso ocorreu em fevereiro [2017], na lagoa bairro Santa Rita. O diagnóstico saiu em tempo de tratamento e o pacienteso breviveu. Em março deste ano [2017], houve uma terceira vítima, dessa vez com óbito. Em abril deste ano [2017], mais uma pessoa do Bairro Nova Piracicaba contraiu a febre maculosa. Tratava-se de um pescador que também soube descrever para o médico detalhes da rotina de lazer e que indicou a possibilidade de contaminação.

Fonte: http://www.promedmail.org/pt [adaptado].

Considerando a Portaria GM/MS nº 204/2016, assinale a alternativa CORRETA:

 

  • a) Trata-se de doença de notificação compulsória, o que significa afirmar que todos os pacientes evoluem ao óbito, independente do tratamento.
  • b) Trata-se de doença de notificação compulsória, pois os pacientes devem ser obrigados a realizar o tratamento em isolamento respiratório.
  • c) Trata-se de doença de notificação compulsória, pois aparece na lista de doenças que devem ser comunicadas às autoridades sanitárias mediante suspeita ou confirmação do diagnóstico.
  • d) Trata-se de doença de notificação compulsória, pois aparece na lista de doenças que devem ser comunicadas às autoridades sanitárias somente mediante confirmação do diagnóstico.
  • e) Não é uma doença de notificação compulsória, pois não aparece na lista de doenças que devem ser comunicadas às autoridades sanitárias mediante suspeita ou confirmação do diagnóstico.

Comentários da Questão (0)

Não há comentários para essa questão.

Acompanhe o Enfermagem e Saúde