Questões de Urgência e Emergência - Terapia Intensiva

Nível Médio - Cargo: Técnico de Enfermagem - Órgão: EBSERH - Banca: AOCP - Ano: 2016

Paciente do sexo masculino, 54 anos, chegou acompanhado de seu filho, apresentando-se pálido, com sudorese e náuseas. Queixava-se de dor precordial de forte intensidade irradiando para o pescoço, dor epigástrica e dispneia. O paciente possivelmente estava com um quadro de

  • a) edema pulmonar agudo.
  • b) trombose venosa profunda.
  • c) derrame pleural.
  • d) choque hipovolêmico.
  • e) infarto agudo do miocárdio.

Nível Médio - Cargo: Técnico de Enfermagem - Órgão: EBSERH - Banca: AOCP - Ano: 2016

Acidentes humanos provocados por peixes, marinhos ou fluviais, podem ocorrer por ingestão (acidente passivo) ou por ferroadas ou mordeduras (acidente ativo). Sendo assim, qual é o nome dado aos acidentes provocados por peixes?

 

  • a) Colubrídeos.
  • b) Araneísmo.
  • c) Ictismo.
  • d) Laquético.
  • e) Elapídico.

Nível Médio - Cargo: Técnico de Enfermagem - Órgão: EBSERH - Banca: AOCP - Ano: 2016

Foi atendido no pronto atendimento um paciente de 25 anos, sexo masculino, com ferimento por arma branca na região abdominal, que apresenta sangramento intenso, sendo encaminhado para laparotomia exploradora. Essa cirurgia pode ser classificada como

  • a) eletiva.
  • b) paliativa.
  • c) de urgência.
  • d) de emergência.
  • e) requerida.

Nível Médio - Cargo: Técnico de Enfermagem - Órgão: - Banca: AOCP - Ano: 2017

Uma funcionária de um frigorífico, do setor de desossa, devido a um descuido, cortou-se, um ferimento corto-contuso extenso e profundo, provocando uma rápida perda de sangue (40% do volume total), uma vez que atingiu grandes vasos. Com a demora do atendimento e a falta de conhecimento dos colegas de trabalho, não foi realizada uma hemostasia. Assim, consequentemente, a vítima evoluiu para um

  • a) óbito, independente do volume corrente dessa paciente.
  • b) choque séptico.
  • c) choque anafilático.
  • d) choque hipovolêmico.
  • e) choque psicogênico.

Nível Médio - Cargo: Técnico de Enfermagem - Órgão: - Banca: AOCP - Ano: 2017

Ao realizar manobras de reanimação cardiopulmonar em um adulto de 52 anos, o técnico em enfermagem aplica compressões torácicas a uma profundidade de, pelo menos, 5 cm porque

  • a) essas compressões aumentam a pressão intratorácica, gerando um fluxo sanguíneo crítico, fornecendo oxigênio para o coração e o cérebro.
  • b) essas compressões estimulam a volta do ritmo cardíaco adequado, substituindo o uso do desfibrilador, quando este não está disponível.
  • c) apoiando-se sobre o tórax reduz-se o retorno venoso e aumenta-se a circulação para os órgãos vitais.
  • d) essas compressões evitam a queda acentuada de pressão arterial, que deve ser mantida em pelo menos 100x60 mmhg.
  • e) assim pode-se diminuir a frequência de aplicação a 90 compressões por minuto, evitando exaustão do profissional que realiza a manobra.

Acompanhe o Enfermagem e Saúde