Questões de Deontologia - Ética e Legislação em Enfermagem

Nível Médio - Cargo: Técnico de Enfermagem - Órgão: - Banca: AOCP - Ano: 2017

Um profissional de saúde que realiza e participa de atividades de ensino e pesquisa, respeitando as normas ético-legais, está, segundo o Código de Ética, exercendo

  • a) um direito.
  • b) uma responsabilidade.
  • c) uma obrigação.
  • d) um dever.
  • e) uma proibição.

Nível Médio - Cargo: Técnico de Enfermagem - Órgão: EBSERH/HRL - UFS - Banca: AOCP - Ano: 2017

Um técnico em enfermagem cometeu uma infração ética. Para a graduação da penalidade e respectiva imposição, considerou-se uma circunstância agravante o fato desse técnico ter

  • a) confessado espontaneamente a autoria da infração.
  • b) cometido infração dolosamente.
  • c) sido coagido a realizar a infração.
  • d) bons antecedentes profissionais.
  • e) realizado o ato sob emprego real de força física.

Nível Médio - Cargo: Assistente Técnico de Saúde - Técnico em Enfermagem - Órgão: Prefeitura de Teresina/PI - Fundação Municipal de Saúde - FMS - Banca: NUCEPE/UESPI - Ano: 2017

O Código de Ética Profissional reúne normas e princípios, direitos e deveres, pertinentes a consulta ética do profissional que deverá ser assumido por todos. Segundo o código de ética de enfermagem, capítulo II (Do sigilo profissional), marque a alternativa que se refere a um direito do profissional de enfermagem:

  • a) Franquear o acesso a informações e documentos para pessoas que não estão diretamente envolvidas na prestação da assistência, exceto nos casos previstos na legislação vigente ou por ordem judicial.
  • b) Manter segredo sobre fato sigiloso de que tenha conhecimento em razão de sua atividade profissional, exceto casos previstos em lei, ordem judicial, ou com o consentimento escrito da pessoa envolvida ou de seu representante legal.
  • c) Abster-se de revelar informações confidenciais de que tenha conhecimento em razão de seu exercício profissional a pessoas ou entidades que não estejam obrigadas ao sigilo.
  • d) Orientar, na condição de enfermeiro, a equipe sob sua responsabilidade, sobre o dever do sigilo profissional.
  • e) Divulgar ou fazer referência a casos, situações ou fatos de forma que os envolvidos possam ser identificados.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro do Trabalho - Órgão: EBSERH - Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora - HU-UFJF - Banca: AOCP - Ano: 2015

Considerando o Código de Ética da Enfermagem, no que tange as relações com as organizações da categoria, assinale a alternativa correta.

 

  • a) É direito do profissional de enfermagem requerer, ao Conselho Regional de Enfermagem, medidas cabíveis para obtenção de desagravo público em decorrência de ofensa sofrida no exercício profissional.
  • b) É dever do profissional de enfermagem realizar ou facilitar ações que causem prejuízo ao patrimônio ou comprometam a finalidade para a qual foram instituídas as organizações da categoria.
  • c) É proibido ao profissional de enfermagem comunicar ao Conselho Regional de Enfermagem fatos que firam preceitos do presente Código e da legislação do exercício profissional.
  • d) É direito do profissional de enfermagem negar, omitir informações ou emitir falsas declarações sobre o exercício profissional quando solicitado pelo Conselho Regional de Enfermagem.
  • e) É proibido ao profissional de enfermagem associar-se, exercer cargos e participar de Entidades de Classe e Órgãos de Fiscalização do Exercício Profissional.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro do Trabalho - Órgão: EBSERH - Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora - HU-UFJF - Banca: AOCP - Ano: 2015

Considerando a relação dos trabalhadores de enfermagem entre si e com os demais trabalhadores da saúde, referente à Ética, assinale a alternativa correta.

 

  • a) Não é permitida a participação da prática profissional multi e interdisciplinar com responsabilidade, autonomia e liberdade.
  • b) Não há quaisquer impedimentos em assinar as ações de Enfermagem que o profissional não executou, bem como permitir que suas ações sejam assinadas por outro profissional.
  • c) Devido à necessidade de sigilo, o profissional deve recusar-se de prestar informações, escritas e verbais, completas e fidedignas necessárias para assegurar a continuidade da assistência.
  • d) O profissional de enfermagem poderá recusarse a executar prescrição medicamentosa e terapêutica em caso de identificação de erro ou ilegibilidade.
  • e) Ainda que não conste a assinatura e o número de registro do profissional em prescrição medicamentosa e terapêutica, o profissional de enfermagem é obrigado a executá-la em quaisquer situações.

Acompanhe o Enfermagem e Saúde