Questões de Feridas - Queimaduras - Curativos

Nível Superior - Cargo: Analista Judiciário - Enfermeiro - Órgão: Tribunal de Justiça/PE - Banca: FCC - Ano: 2007

No contexto atual, as úlceras de pressão representam um dos principais indicadores de qualidade de assistência de enfermagem, assim sendo, o enfermeiro deve saber que:

 

I. Úlceras de pressão são áreas de necrose que tendem a desenvolver-se quando o tecido é comprimido entre a pele e uma superfície externa.
II. A classificação das úlceras de pressão mais comumente aceita é aquela que engloba 4 estágios e é dada pela National Pressure Ulcer Advisory Panel.
III. A úlcera de pressão tem como fator etiológico mais importante a pressão nos aspectos de intensidade, duração e tolerância tissular.
IV. Na avaliação de risco para o desenvolvimento de úlceras de pressão devem ser considerados os seguintes aspectos: mobilidade, umidade e incontinência.
V. Na terapia tópica em feridas deve-se utilizar agentes de limpeza, desbridantes e antibióticos para acelerar o processo  de cicatrização.

 

É correto o que se afirma APENAS em:

  • a) I, II e III.
  • b) I e IV.
  • c) II, IV e V.
  • d) II e V
  • e) III e V.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Órgão: Prefeitura de Congonhas/MG - Banca: Fundação Guimarães Rosa - Ano: 2012

Em relação à ferida isquêmica arterial, marque a alternativa INCORRETA:

  • a) A característica da ferida isquêmica é a ocorrência de necrose tecidual em grau variável de extensão, sofrimento de pele ao redor, extremamente dolorosa com certo alívio com a extremidade pendente e preferência pela face externa da perna.
  • b) A lesão arterial que a provoca está situada em artérias tronculares de grande e médio calibre, como na aterosclerose, ou em artérias de pequeno calibre como na tromboangeíte, ou então pode estar relacionada ao território arteríolo-capilar como na úlcera h
  • c) Em alguns pacientes, a lesão isquêmica ocorre também a partir de microêmbolos originados em placas de ateroma situadas a distância.
  • d) A estase venosa crônica dos membros inferiores pode estar relacionada à patologia do sistema venoso profundo, sistema venoso superficial, ou à comunicação arteriovenosa anômala adquirida ou congênita.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Órgão: Prefeitura de Congonhas/MG - Banca: Fundação Guimarães Rosa - Ano: 2012

Em relação à etiologia das feridas, marque a alternativa INCORRETA:

  • a) Arterial: Aterosclerose, Tromboangeíte, Úlcera hipertensiva, Doença autoimune.
  • b) Venosa: Bactérias (piodermite, osteomielite, Tb) Micoses profundas (blastomicose, esporotricose), Protozoários (leishmaniose).
  • c) Neuropática: Lesão medular, Neuropatia periférica.
  • d) Hemopática: Policitemia vera, Anemia Falciforme, Síndrome mieloproliferativa.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Órgão: Prefeitura de Pontes e Lacerda/MT - Banca: FAPERP - Ano: 2011

São características das úlceras arteriais:

  • a) a localização mais frequente é o terço distal da perna e região de maléolos.
  • b) pulsos pedioso e tibial posterior fracos ou ausentes.
  • c) dor “em pontadas” ou contínua. Melhora com elevação dos membros.
  • d) borda irregular e extremidade quente.

Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Órgão: - Banca: - Ano:

A úlcera venosa representa o estágio avançado da doença venosa crônica, a qual está associada à disfunção da bomba muscular da panturilha. No seu tratamento recomenda-se:

  • a) manter as pernasempêndulo.
  • b) utilizar ataduras compressivas ascendentes.
  • c) utilizar ataduras compressivas descendentes.
  • d) realizar curativo com álcool à 70% para diminuir a infecção.
  • e) realizar curativo com água oxigenada.

Acompanhe o Enfermagem e Saúde