Avatar_medium_m

Erikado


Publicações

  • Comentários: 12

Últimas


Comentários em Questões de Concurso

  • Questão nº 309 Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Orgão: Prefeitura de São Gonçalo/RJ - Banca: UFF/COSEAC

    Eficiência = fazer certo a “coisa”, pois em se fazendo o contrário – fazer errado a “coisa”, estaremos provocando perdas de tempo e recursos (retrabalho, desperdício), contrariando os princípios da eficiência. Um segundo clichê muito utilizado para definir eficiência é ‘fazer mais com menos‘, que traz embutido o senso de economia racional. Também é a capacidade de atingir ou superar os padrões vigentes. Sabemos da existência de – ‘parâmetros’ ‘padrões’, ‘indicadores’, ‘níveis’, ‘graus’... - de eficiência que balizam as ações dos mais variados processos onde se almeje uma eficiência aceitável, resultante da qualificação da força de trabalho, da racionalização do método e da otimização dos recursos, medida pela relação entre quantidades produzidas sobre recursos empregados (meios) que indica o rendimento dos recursos (insumos, m-o) aplicados na prestação de serviços e disponibilização de produtos, em contrapartida está a quebra da expectativa no que é esperado da habilidade com foco na produtividade e conformidade do produto ou serviço. Os conceitos chaves são: padronização e especialização. O propulsor é a: habilidade. Como exemplo da falta de eficiência citaremos a fabricação de uma geladeira que esteja muito acima dos padrões de custos praticados no mercado! - Eficácia = ‘fazer a “coisa” certa’, pois em se fazendo o contrário, estaríamos ‘fazendo a “coisa” errada’, a “coisa” que não deveria ter sido feita, “coisa” fora de lugar e hora, “coisa” a ser empreendida de forma diferente, em outras palavras: deveríamos fazer outra “coisa” que não esta. Sabemos, também da existência de – ‘parâmetros’, ‘padrões’, ‘indicadores’, ‘níveis’, ‘graus’... - de eficácia que balizam as ações nos mais variados processos onde se almeje a eficácia aceitável, resultante da relação entre metas alcançadas sobre metas pretendidas. Na falta da eficácia estamos quebrando expectativas no que era desejado de uma atitude correta e pecando contra o nível de satisfação esperado na conformidade e metas do processo. Também é a capacidade de atender expectativas de alguém, um grupo ou organização. São exemplos: atender os requisitos, atingir metas, cumprir cronogramas, satisfazer o cliente. No exemplo dado acima sobra a geladeira, imaginem uma que consuma muita mais energia que as da concorrência. Os conceitos chaves são: qualidade e satisfação. O propulsor: atitude. - Efetividade: “Difícil não é fazer o que é certo, é descobrir o que é certo fazer”. (Robert Henry Srour). Esta frase sintetiza todo o conceito de efetividade: ‘fazer a “coisa” que tem que ser feita’; sendo dos três, o conceito mais difícil de se entender, pois somente é percebida por pesquisas de opinião sobre ações que causam efeitos, impacto ou transformação de uma realidade que se modificou. Benefícios, efeitos ou impactos diretos ou indiretos do exercício do papel institucional de uma organização: (econômicos, sociais, ambientais e tecnológicos). Também é a capacidade de atender expectativas de uma comunidade ou sociedade. Ainda, no exemplo da geladeira, a fabricação da mesma, com funcionamento a gás para populações onde não chega energia elétrica e outros exemplos: como lançar um produto que não provoque impacto ambiental, viabilizar a inserção de uma comunidade num contexto, erradicar uma epidemia ou endemia, medidas de responsabilidade social nas empresas, de progresso sustentado, de ação ecológica, etc. Conceitos chave são: impacto, transformação (mudança de realidade), sustentabilidade. Propulsor: conhecimento. Este três conceitos compõem o conjunto de macro-indicadores com Informações resultantes da medição de um evento repetitivo com critérios pré-definidos, com o objetivo de mostrar o resultado / evolução, para orientar as decisões e ações pertinentes e suficientes para se medir toda a gama de ações humanas e monitorar o desempenho na busca da excelência, pois "somos o que repetidamente fazemos. A excelência, portanto, não é um feito, mas um hábito." (Aristóteles ).

  • Questão nº 305 Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Orgão: Prefeitura de São Gonçalo/RJ - Banca: UFF/COSEAC

    a) A transmissão da hepatite C ocorre após o contato com sangue contaminado. Apesar de relatos recentes mostrando a presença do vírus em outras secreções (leite, saliva, urina e esperma), a quantidade do vírus parece ser pequena demais para causar infecção e não há dados que sugiram transmissão por essas vias. b) A transmissão da hepatite A geralmente ocorre quando o vírus é ingerido pela boca a partir do contato com objetos, alimentos ou líquidos contaminados por fezes de pessoa infectada. Uma pessoa infectada pode transmitir a hepatite A mesmo não apresentando sintomas.Não existe tratamento especial para hepatite A. A maioria das pessoas com hepatite A sentirá doente por alguns meses antes de melhorar. Poucas pessoas precisarão ser hospitalizadas. Durante essa época os médicos geralmente recomendam repouso, nutrição adequada e fluidos. Álcool deve ser evitado. c) A hepatite B é transmitida quando sangue, sêmen ou outro fluido infectado com o vírus da doença entra no organismo de uma pessoa infectada. Em geral os sintomas aparem em 3 meses após a exposição. Entretanto, eles podem ocorrer a qualquer tempo entre 6 semanas e 6 meses depois da exposição. Os sintomas costumam durar algumas semanas, porém podem se entender até 6 meses. d) a via de transmissão é semelhante à da hepatite B, embora penda mais para a via sanguínea. e) Resposta correta.

  • Questão nº 305 Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Orgão: Prefeitura de São Gonçalo/RJ - Banca: UFF/COSEAC

    a) A transmissão da hepatite C ocorre após o contato com sangue contaminado. Apesar de relatos recentes mostrando a presença do vírus em outras secreções (leite, saliva, urina e esperma), a quantidade do vírus parece ser pequena demais para causar infecção e não há dados que sugiram transmissão por essas vias. b) A transmissão da hepatite A geralmente ocorre quando o vírus é ingerido pela boca a partir do contato com objetos, alimentos ou líquidos contaminados por fezes de pessoa infectada. Uma pessoa infectada pode transmitir a hepatite A mesmo não apresentando sintomas.Não existe tratamento especial para hepatite A. A maioria das pessoas com hepatite A sentirá doente por alguns meses antes de melhorar. Poucas pessoas precisarão ser hospitalizadas. Durante essa época os médicos geralmente recomendam repouso, nutrição adequada e fluidos. Álcool deve ser evitado. c) A hepatite B é transmitida quando sangue, sêmen ou outro fluido infectado com o vírus da doença entra no organismo de uma pessoa infectada. Em geral os sintomas aparem em 3 meses após a exposição. Entretanto, eles podem ocorrer a qualquer tempo entre 6 semanas e 6 meses depois da exposição. Os sintomas costumam durar algumas semanas, porém podem se entender até 6 meses. d) a via de transmissão é semelhante à da hepatite B, embora penda mais para a via sanguínea. e) Resposta correta.

  • Questão nº 302 Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Orgão: Prefeitura de São Gonçalo/RJ - Banca: UFF/COSEAC

    PREVALÊNCIA - mede quantas pessoas estão doentes, INCIDÊNCIA - mede quantas pessoas tornaram-se doentes, LETALIDADE - relaciona o número de óbitos por determinada causa e o número de pessoas que foram acometidas por tal doença, EPIDEMIA - É a ocorrência em uma comunidade ou região de casos de natureza semelhante,claramente excessiva em relação ao esperado OCORRÊNCIA - acontecimento, sucesso, circunstância

  • Questão nº 182 Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Orgão: - Banca: INSTITUTO CIDADES

    A supervisão é um dos aspectos administrativos utilizados como fôrça motivadora de integração e coordenação dos recursos humanos e materiais para tornar possível a realização de um programa de trabalho de forma eficiente para alcançar os objetivos da organização.http://www.scielo.br/pdf/rsp/v3n2/14.pdf

Acompanhe o Enfermagem e Saúde