Coren-RJ se reúne em Mangaratiba pelas questões da Enfermagem e pede 30 horas

Publicado por: - há 1 mês

A RT Mércia Galdino, com a presidente Lilian Behring e a diretora Cristiane Bernardo

 

Coren-RJ se reúne em Mangaratiba pelas questões da Enfermagem e pede 30 horas
O Coren-RJ ouviu os pleitos da categoria, transmitidos através de diversas denúncias sobre más condições de trabalho, que poderiam incorrer em imperícia e imprudência, no Hospital Municipal Victor de Souza Breves (HMVSB), de Mangaratiba. A situação crítica da unidade seria tão grave, que poderia colocar em risco a saúde da população. Determinadas pelo objetivo de solicitar ajustes às questões referentes à Enfermagem, a presidente do Coren-RJ, Lilian Behring, e a diretora, Cristiane Bernardo, foram ao município para uma reunião com a secretária de Saúde, Sandra Castelo Branco Gomes, e com o secretário de Governo, Luiz Cláudio de Souza Ribeiro, na última quarta-feira (11).
Na pauta do encontro, também entraram a regulamentação das 30 horas de jornada semanal para a Enfermagem municipal, o déficit de recursos humanos a ser corrigido, preferencialmente por concurso público, o dimensionamento de pessoal adequado, entre outras demandas, que venham promover melhores condições de trabalho e assistência da enfermagem, no Hospital Municipal Victor de Souza Breves.
Os executivos se comprometeram a normalizar a escala em lei, assim que possível, por conta da lei federal que proíbe alterar em orçamento até dia 31/12. Também ficou acordada uma reunião com o procurador do Ministério Público, o Coren-RJ e a administração pública de Mangaratiba, a fim de buscar uma solução legal, como a celebração de um Termo de Ajustamento de Conduta – TAC.
A secretária de Saúde, Sandra Castelo Branco Gomes, vem lutando para instituir a jornada de 30 horas para a Enfermagem em Mangaratiba e afirmou:
– Valorizar a enfermagem é valorizar a saúde do município. Sem a enfermagem ficamos impedidos de gerenciar saúde em qualquer lugar do país.
A presidente Lilian Behring lembra que uma das atribuições do Conselho de Enfermagem é lutar pelos direitos da Enfermagem, no âmbito político não partidário:
– Nosso foco também mira sensibilizar os gestores municipais e estaduais para as questões da classe trabalhadora que representamos, com vistas à assistência de qualidade, prestada por equipes capacitadas, valorizadas e com qualidade de vida, para o exercício profissional com excelência à população.
A enfermeira responsável técnica do HMVSB, Mércia Galdino, conversou com Lilian Behring e Cristiane Bernardo, e posou ao lado delas, na foto.

TAGS: COREN-RJ

Comentários (0)

Acompanhe o Enfermagem e Saúde