Cofen presta apoio a profissional levada à delegacia ao buscar atendimento

Publicado por: - há 4 meses

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) recebeu com preocupação relatos sobre a discriminação contra a técnica de Enfermagem Antônia Helena de Azevedo Moraes, que foi conduzida para prestar depoimento na delegacia após procurar atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em (12/6), na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso, com sintomas de covid-19.

Antônia Helena e sua filha, Joice Antônia, relatam ter sido mandadas embora da UPA por um médico, por representarem risco de contágio. O médico registrou queixa na polícia. Ambas foram medicadas e contam que, ao saírem, receberam voz de prisão, acusadas de exporem outros pacientes. Na delegacia, mãe e filha dizem ter sido tratadas com preconceito e desrespeito. A profissional registrou a situação em vídeo e se disse humilhada.

“É aviltante que nem mesmo aqueles que se dedicam ao cuidado sejam tratados com respeito em um momento de fragilidade”, afirma o presidente do Cofen, Manoel Neri.

O Cofen, juntamente com o Coren-MT, está acompanhando o caso, dando apoio à profissional e informa que tomará as providências cabíveis. Também solicitará investigação e rigor das instituições envolvidas.

Fonte: Ascom - Cofen

TAGS: cofen

Comentários (0)

Acompanhe o Enfermagem e Saúde