Rondônia registra 589 profissionais de Enfermagem contaminados por COVID-19

Publicado por: - 17 dias

O estado de Rondônia registrou quatro mortes de profissionais de Enfermagem por Covid-19 e 586 contaminados até o momento, conforme banco de dados do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO). No Brasil, o total de profissionais mortos pela doença chegou a 208 e o número de infectados já soma 19.649, de acordo com o Observatório da Enfermagem.

O número de casos já é maior do que nos Estados Unidos, país mais atingido pela pandemia no mundo. De acordo com o levantamento de maio do National Nurses United (NNU), 260 profissionais da área já morreram de COVID-19 no mundo.

A falta e baixa qualidade dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), não afastamento de profissionais do grupo de risco e o déficit de profissionais são alguns dos fatores que podem contribuir para esta estatística.

O primeiro secretário do Coren-RO, Regis Georg, destaca a importância do apoio dos enfermeiros responsáveis técnicos em informar o afastamento de profissionais por suspeita ou confirmação da doença e óbitos, para que seja feita a redefinição de diretrizes e atuação da autarquia.

“Hoje sabemos que existe uma subnotificação ao Coren. Em consulta no site do governo de Rondônia constatamos que 1.741 pessoas contaminadas são profissionais da saúde. Tendo em vista que representamos cerca de 70% dos trabalhadores nas Unidades de Saúde, o número informado até o momento (589) não representa a realidade”, explica Regis Georg.

Fonte: Ascom-Cofen/ Coren-RO

TAGS: cofen

Comentários (0)

Acompanhe o Enfermagem e Saúde