NOTA COREN-RJ: AS CONDIÇÕES DE DESCANSO DA ENFERMAGEM NO HOSPITAL DE CAMPANHA DO MARACANÃ

Publicado por: - 17 dias

 O Hospital de Campanha do Maracanã,  inaugurado no sábado, 9 de maio, foi fiscalizado pelo Coren-RJ na segunda-feira (11), em meio a uma turbulência, pois sofreu no mesmo sábado de sua inauguração um princípio de incêndio na rede elétrica. No momento da inspeção, a enfermeira responsável técnica da unidade recebia equipamentos e era acionada a todo momento, por diversos motivos, prejudicando – não de propósito – a efetividade da fiscalização . A gerente da fiscalização do Coren-RJ está em contato com a responsável técnica, e já se prepara para  realizar nova inspeção com urgência. O Departamento Jurídico do Coren-RJ já está ciente do ocorrido no plantão desta madrugada e preparado para agir, após a comprovação dos fatos em relatório emergencial do Departamento de Fiscalização.

Inaugurado há cinco dias, o Hospital de Campanha do Maracanã ainda não está funcionando na sua totalidade quanto ao quadro de profissionais, até o momento. Segundo informações colhidas pela gerência de fiscalização com uma das responsáveis técnicas da unidade, no local haverá duas áreas multiprofissionais de descanso. Uma dessas áreas já está pronta, com toda a estrutura, camas e ar condicionado. A outra área está sendo limpa, mobiliada e também aguardando a instalação do ar condicionado. Durante o plantão, a área pronta e equipada foi bloqueada para o descanso dos  médicos. Por conta disto, a enfermagem foi ao outro ambiente – que estava empoeirado, muito sujo -, trouxe os colchões e camas, e ocupou os corredores. Segundo a enfermeira responsável técnica inquirida pela Fiscalização,   isto não se repetirá e tudo irá funcionar devidamente, hoje ainda, com a equipe ocupando a área pronta.

Quanto à questão da água: o Coren-RJ apurou que cada profissional de enfermagem tem direito a receber cinco (05) copos de 200ml para 12 horas de plantão. O Coren-RJ já acionou o Ministério Público, Ministério Público do Trabalho e Defensoria Pública do estado do Rio de Janeiro acerca desta irregularidade, abusivamente desumana, podendo desidratar a equipe durante um trabalho absolutamente estafante. 

O Coren-RJ permanecerá empenhado e atualizando as informações. 

 


TAGS: COREN-RJ

Comentários (0)

Acompanhe o Enfermagem e Saúde