Para OMS, Saúde universal exige práticas avançadas de Enfermagem

Publicado por: - há 6 meses

Presidente do Cofen apresentou painel sobre a ampliação do papel do Enfermeiro na Atenção Primária à Saúde – O Potencial do Brasil

A universalização do acesso à Saúde exige uma atuação ativa e ampliada dos enfermeiros na atenção básica, avaliam representantes da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), na solenidade de abertura do evento de celebração do Dia Internacional do Enfermeiro, nesta quinta-feira (10), em Washington.

“A enfermagem pode desempenhar um papel importante no avanço da APS. Novos perfis, como os enfermeiros de prática avançada, são fundamentais na promoção da saúde e na prevenção de doenças e cuidados, especialmente em populações carentes”, disse James Fitzgerald, diretor da OPAS/OMS, durante abertura do evento.

Com o tema “Expandindo o papel dos enfermeiros na Atenção Primária à Saúde”, o evento reuniu especialistas de todo o continente na sede da OPAS, braço regional da Organização Mundial de Saúde. O painel foi coordenado pela Enfermeira Silvia Cassinai, assessora de enfermagem da instituição.

A OPAS/OMS e o Cofen são parceiros na implementação da Enfermagem de prática avançada no Brasil

O presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Manoel Neri, apresentou os marcos legais do Sistema Único de Saúde brasileiro (SUS) e um panorama da atenção primária no Brasil e da atuação da Enfermagem com seu arcabouço legal e as ações já realizadas pelos enfermeiros na atenção básica. Neri destacou a prescrição de medicamentos em programas de saúde pública e a prescrição e interpretação de exames laboratoriais e complementares, que são ações regulamentadas pela legislação do exercício profissional e fazem parte de uma atuação mais ampliada dos enfermeiros brasileiros.

O presidente também chamou atenção para os desafios que o país apresenta rumo a implantação e consolidação da enfermagem de práticas avançadas (EPA). Defendeu a necessidade da EPA ser incorporada como uma política para o fortalecimento do SUS e a melhoria do acesso e cobertura às ações e serviços de saúde. “Será uma grande contribuição da Enfermagem para a melhoria da saúde do povo brasileiro”, enfatizou.

Campanha – Durante o evento foi apresentada a nova campanha da OMS “Enfermagem Agora”, pela valorização da profissão em defesa do fortalecimento e expansão dos serviços de atenção primária à saúde, com base na Estratégia de Recursos Humanos para o acesso universal à Saúde, e também para reforçar o papel da enfermagem na prática avançada.

Lançamento – Ainda durante o evento, aconteceu o lançamento da publicação “Ampliação do papel dos enfermeiros na atenção primária à saúde”, produzido pela OPAS/OMS. Confira no link. http://iris.paho.org/xmlui/handle/123456789/34960

Parceria Cofen e OPAS/OMS – A OPAS e o Cofen são parceiros na implementação da Enfermagem de prática avançada no Brasil, voltada para o aumento de cobertura e ampliação do acesso na atenção primária à saúde. O objetivo é ampliar o escopo de práticas dos profissionais, desenvolvendo e aprofundando o trabalho interprofissional na atenção básica.

O Cofen vai realizar, por meio de convênio com a Universidade de Brasília, estudo nacional para estabelecer um diagnóstico das ações realizadas na Atenção Primária/ Atenção Básica nas diferentes regiões do país e analisar quais podem ser elencadas como Práticas Avançadas de Enfermagem. A pesquisa será coordenada pelo Núcleo de Estudos de Saúde Pública da UnB e seus resultados subsidiarão marcos normativos que garantam a autonomia dos enfermeiros com utilização de protocolos específicos para assegurar a qualidade e a segurança do atendimento à população.

 



Fonte: Ascom - Cofen

TAGS: cofen

Comentários (0)

Acompanhe o Enfermagem e Saúde