Conselho Regional de Enfermagem do Paraná adota medidas judiciais contra médico de Toledo

Publicado por: - há 1 mês

O médico Cassius Frigulha ofendeu toda categoria profissional em rede social e agora deverá responder por Queixa-Crime e Denúncia por Infração Ética

A duas medidas foram encaminhadas hoje, 19, pelo Coren/PR: a queixa-crime foi registrada no Juizado Especial Criminal de Toledo e a denúncia por infração ética foi enviada ao Conselho Regional de Medicina, em Curitiba.

Recentemente o médico Cassius Frigulha, que atua em Toledo, usou uma rede social para difamar e ofender a toda a categoria da enfermagem usando argumentos e vocabulário de baixo nível. Da mesma forma, ou seja, sem nenhum respeito profissional, o médico questionou a formação e atribuições dos enfermeiros.

As ofensas tiveram repercussão na internet e na mídia estadual. Cassius Frigulha acabou publicando nova postagem com pedido de desculpas, alegando que sua conduta foi reflexo de problemas pessoais, e na sequência, “tirou do ar” a página que mantinha na rede social. Sendo assim, o pedido de desculpas não chegou a repercutir como as ofensas proferidas.

Ao ingressar nas esferas criminal e administrativa profissional o Coren/PR solicita que o médico responda pelos atos ofensivos e de difamação que praticou.

O Coren/PR informa que estuda ainda outras medidas judicias na área civil.

De acordo com o artigo 15,VIII, da Lei 5.905 o Conselho Regional de Enfermagem tem a responsabilidade de preservar o bom conceito da profissão.


Fonte: Coren-PR

TAGS: COREN-RJ

Comentários (0)

Acompanhe o Enfermagem e Saúde