MEC regulamenta direito à amamentação em instituições federais de ensino

Publicado por: - 16 dias

Conselheiro Antônio Coutinho representou o Cofen

A amamentação, direito da criança e da mãe, deve estar garantido nas instituições de ensino federal. Portaria instituindo política de apoio à amamentação foi assinada nesta manhã (10/5) pelo ministro da Educação, Mendonça Filho. O Ministério da Educação orienta, entre outras medidas, a criação de salas de apoio à amamentação, com uso opcional.

A Enfermagem tem um papel fundamental no apoio à amamentação, comprovadamente capaz de reduzir infecções e alergias. Representado pelo conselheiro Antônio Coutinho, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) participou da cerimônia de assinatura da portaria ministerial.

“Parabenizamos o Ministério da Educação pela iniciativa, que oferece às estudantes e profissionais condições para seguir amamentando seus bebês”, afirmou o conselheiro.

O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendam que os bebês sejam amamentados por até dois anos ou mais e que o leite materno seja o único alimento da criança até o sexto mês de vida. O aleitamento materno reduz a ocorrência de infecções e alergias em recém nascidos, e está associado, a longo prazo, à redução da obesidade, diabetes e hipertensão arterial.  Alguns estudos, citados na cerimônia, apontam correlação entre o desenvolvimento intelectual da criança e a amamentação.

 



Fonte: Ascom - Cofen

TAGS: cofen

Comentários (0)

Acompanhe o Enfermagem e Saúde