Exame físico do Tórax

Publicado por: - há mais de 8 anos

EXAME DO TÓRAX: APARELHO CARDIOCIRCULATÓRIO

Os sinais e sintomas das doenças cardiovasculares podem se originar no próprio coração ou em outros órgãos que sofram repercussão do mau funconamento desse órgão. A avaliação do sistema cardiovascular deve ser realizada a partir de dados obtidos através da anamnese do paciente, do exame físico e de outros recursos diagnósticos.

É necessário obter informações precisas sobre um dos sntomas relatados pelo paciente no momento da anamnese.

Dentre os sintomas relatados pelo paciente, a investigação da dor é de fundamental impotância, devendo-se caracterizaar o tipo, a localização, a intensidade, a irradiação, a duração, os fatores relacionados ao desencadeamento ou à piora e à melhora, além da associação com náuseas, vômitos, sudorese, alpitação, tontura, pré-síncope ou síncope.

Além de suas queixas, é necessário atentar sobre tratamentos anteriores e antecedentes familiares e pessoais.

O exame físico é dividido em duas partes: o exame físico geral e o exame específico dos diversos sistemas. Para a avaliação específica do sistema cardiovascular são utilizados três dos passos propedêutcos: a inspeção, a palpação e a ausculta.

EXAME FÍSICO GERAL:

No exame físico geral inclui a medida de dados objetvos e a observação de dados subjetvos. Após essa avaliação, são coletados dados sobre sinais vitas e os dados antropométricos. Deve-se roceder, também, a avaliação do tipo morfológico, do nível de consciência, das condições da pele e mucosas, do padrão resperatório, da perfusão periférica e da presença de estase jugular e de edemas.

EXAME ESPECÍFICO:

INSPEÇÃO

A avalação do recórdio deve ser feita com o paciente em decúbito dorsal, com o tórax do paciente exposto.

Na inseção, encontra-se o ictus cordis que, normalmente, está localizado no 5º espaço intercostal esquerdo, na linha hemiclavicular.

Além do ctus cordis, pode-se também encontrar o levantamento sistólico do precórdio, que ocorre na hipertrofia do ventrículo direito, cuja sístole provoca uma movimentação visível de uma grande área da região paraesternal esquerda.

PALPAÇÃO

A palpação é feita juntamente com a inspeção afim de determinar a presença de pulsações normais e anormais.

Na palpação do precórdio pode-se verificar ainda a presença de frêmitos, que representam o fluxo turbulento de sangue através das válvulas cardíacas. A pesquisa dos frêmitos deve ser feita com a mão espalmada sobre o precórdio, usando preferencialmente a alma da mão para melhor sentir as vibrações.

AUSCULTA

É um método que oferece informações acerca dos sons cardíacos, que são chamados de bulhas cardíacas.

A ausculta do coraão deve ser realizada com o paciente relaxado e com o precórdio descoberto. As áreas de melhor audbilidade são as áreas chamadas de focos de ausculta, são o foco mitral, o foco tricúspede, o foco aórtico e o foco pulmonar.

TAGS: exame físico

Comentários (0)

Acompanhe o Enfermagem e Saúde